Faturamento eletrônico

Faturas em papel não serão mais deduzíveis no Egito

fatura eletrônica Egito

A partir de 1º de janeiro de 2022, as faturas em papel não serão mais deduzíveis de impostos no Egito. O IVA somente pode ser deduzido das faturas eletrônicas.

O novo regulamento sobre faturas eletrônicas no Egito.está incluído no Decreto nº 125 de 2021, publicado pelo Ministério das Finanças do Egito.

O Egito está em processo de massificação da fatura eletrônica. O governo estabeleceu um modelo de implementação progressiva com base no faturamento de todas as empresas que vendem bens ou serviços sujeitos a impostos. No entanto, é possível aderir ao novo sistema de forma voluntária.

A decisão faz parte do projeto nacional de modernização e automatização do sistema de gestão tributária para facilitar a prestação de contas dos contribuintes, bem como o controle fiscal e financeiro.

O Governo estima que mais de 411 empresas façam a adesão na primeira e segunda fase de implementação do modelo de faturação eletrônica.

EDICOM News Brasil | Saiba mais sobre Faturamento eletrônico

Nova norma Nacional do NFS-e com adesão obrigatória ao ADN

A adesão ao “Ambiente de Dados Nacionais” (ADN) será obrigatória na nova Norma para a NFS-e

A Malásia introduz o faturamento eletrônico: modelo CTC com validação prévia

Modelo obrigatório de faturamento eletrônico CTC na Malásia a partir de agosto de 2024

Projeto de faturamento eletrônico dos Estados Unidos: Digital Business Networks Alliance (DBNAlliance)

Os participantes no projeto-piloto para a troca de faturas eletrônicas criaram a Aliança de Redes de Negócios Digitais