Faturamento eletrônico

Fatura eletrônica na Bélgica obrigatória em 2026

bélgica fatura eletrônica B2B

Fatura eletrônica B2B na Bélgica

O Parlamento belga aprovou a lei da Fatura Eletrônica, confirmando a data de entrada em vigor para todas as empresas a 1º de janeiro de 2026. O projeto passará, agora, para o Rei assinar e, posteriormente, será publicado no boletim oficial do estado belga.

A Bélgica continua a aguardar, não obstante, a exceção da UE para poder tornar obrigatória sua fatura Eletrônica B2B.

A lei exigirá o uso de faturas eletrônicas estruturadas a partir de 2026 para as empresas belgas estabelecidas e registradas para efeitos de IVA. Os contribuintes estarão obrigados a enviar e/ou receber faturas eletrônicas estruturadas por meio da rede Peppol e a norma Peppol-BIS. Não serão permitidas as faturas em papel nem em formatos não estruturados (por exemplo, PDF). O âmbito B2C fica fora da aplicação desta lei.

As empresas que já contarem com outra via de comunicação em um contexto de EDI podem mantê-la se ambas as partes estiverem de acordo ou se as faturas emitidas cumprirem as normas europeias sobre semântica e sintaxe EN 16.931-1 e CEN/TS 16.931-2.

e-Reporting na Bélgica

A reforma proposta considera a introdução de um sistema de apresentação de declarações de IVA eletrônicas. Prevê-se que este sistema de declarações de IVA eletrônico seja quase em tempo real (Continuous Transactions Control).

Para o desenvolvimento deste sistema, a Bélgica tem a intenção de seguir as propostas da União Europeia publicadas no projeto VAT in Digital Age – ViDA para favorecer a interoperabilidade dos sistemas de intercâmbio de informações fiscais entre os países do bloco.

Mantenha-se a par dos últimos desenvolvimentos em matéria de faturação eletrónica na Europa através do nosso webinar com a PwC (Bélgica e Países Baixos) e das respostas a todas as perguntas colocadas no webinar.

Apenas são admitidos domínios corporativos

Os dados pessoais recolhidos serão utilizados pelas empresas do Grupo EDICOM para atender às consultas efetuadas e/ou gerir os serviços solicitados. Você pode exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, limitação e portabilidade de seus dados de acordo com as disposições da política de privacidade.

O nome não pode estar vazio Você deve entrar na empresa Você deve digitar um número de telefone Você deve inserir uma descrição Você deve inserir sua posição Aceite as condições

Objetivos da reforma fiscal

Desde o início, o objetivo de adotar modelos eletrônicos de fatura e declarações de IVA é combater a fraude fiscal que, em 2018, representou uma receita 10,8% abaixo do estimado, cerca de 3600 milhões de euros. Na prática, os objetivos da atual reforma fiscal apresentada são:

  1. Aumentar a taxa de emprego
  2. Fomentar o espírito empresarial
  3. Estimular o investimento
  4. Combater a pobreza
  5. Aumentar o poder aquisitivo das famílias.

O plano belga, em matéria digital, contempla a transição digital com especial interesse na desmaterialização das relações entre o estado, os cidadãos e as empresas.

O faturamento eletrônico nas relações entre empresas incidirá não só na melhoria da cobrança do IVA por parte do Estado, mas também significa importantes benefícios para as empresas em economia de custos, eficiência e segurança. Além disso, a fatura eletrônica é a porta de entrada para a digitalização das empresas, melhorando a sua competitividade.

Fatura eletrônica B2G na Bélgica

Atualmente, a fatura eletrónica na Bélgica avançou no âmbito B2G. As entidades públicas centralizadas das diferentes regiões são obrigadas a enviar faturas eletrónicas e todas as entidades públicas do país devem poder receber faturas eletrónicas. 

As faturas eletrónicas na Bélgica são enviadas para as administrações públicas, seguindo o modelo de interoperabilidade Peppol. A receção de faturas realiza-se através da sua plataforma Mercurius, que permite acesso a todos os governos ou diretamente ao Peppol AP da entidade pública.

As soluções de faturamento eletrônico são escaláveis, por isso, para as empresas que tenham iniciado o processo de operar de forma eletrônica no âmbito B2G, será um passo natural começar a emitir e receber faturas eletrônicas nas suas relações comerciais com clientes e fornecedores.

Plataforma global de fatura eletrônica da EDICOM

A EDICOM conta com uma solução internacional de fatura eletrônica, Global e-invoicing Platform, que permite cumprir a legislação nacional em mais de 75 países.

Entre as prestações da Plataforma internacional de Fatura Eletrônica da EDICOM é necessário destacar que assegura a conexão à rede Peppol graças à certificação como Ponto de Acesso Peppol, o que o converte numa solução adequada para operar no mercado público belga.

Deseja obter mais informações sobre como estar em conformidade com o faturamento eletrônico na Bélgica?

Não hesite em contatar-nos e analisaremos seu projeto para lhe oferecer uma solução adequada às suas necessidades.

Contate-nos

Deadlines Futuros em Bélgica

Fique por dentro das datas-chave de entrada em vigor das obrigações fiscais e de faturação eletrónica ao redor do mundo.

EDICOM News Brasil | Saiba mais sobre Faturamento eletrônico

A Arábia Saudita torna obrigatório o uso da fatura eletrônica: projeto FATOORAH

O projeto da fatura eletrônica na Arábia Saudita se chama FATOORAH e foi implementado no âmbito das relações B2B, B2C e B2G

Nova norma Nacional do NFS-e com adesão obrigatória ao ADN

A adesão ao “Ambiente de Dados Nacionais” (ADN) será obrigatória na nova Norma para a NFS-e

Romênia: sistema RO e-Transport para transporte de mercadorias

A partir de 1º de julho 2024, entra em vigor a obrigatoriedade do RO e-Transport para todos os transportes internacionais