Faturamento eletrônico

EDICOM, certificada como Access Point da rede PEPPOL na Austrália e Nova Zelândia

PEPPOL  Austrália e Nova Zelândia

A EDICOM foi acreditada como Access Point na Austrália e Nova Zelândia pelas autoridades PEPPOL destes países. No caso da Austrália, pela Autoridade Fiscal (ATO, Australian Taxation Office) e, no caso da Nova Zelândia, pelo Ministério do Comércio, Inovação e Emprego (MBIE, Ministry of Business, Innovation & Employment).

Assim, qualquer empresa ou entidade pública que pretenda faturar de forma eletrônica na Austrália ou Nova Zelândia poderá fazê-lo por meio da plataforma Global e-Invoicing da EDICOM.

Com estas duas novas acreditações, a EDICOM reafirma assim a sua posição como referência mundial de faturamento eletrônico ao oferecer serviços em mais de 70 países.

A fatura eletrônica na Austrália e Nova Zelândia

A Austrália e a Nova Zelândia decidiram, em 2018, implementar o seu projeto de faturamento eletrônico de forma conjunta, por meio do acordo “Australia and New Zealand Government Electronic Invoicing Arrangement”.

O objetivo do acordo é melhorar a produtividade e reduzir os custos nas operações comerciais para ambos os governos e empresas por meio de um mercado digital único e interoperável.

Em 2019, seguindo os passos de outros países como Singapura, a Austrália e a Nova Zelândia anunciaram que o sistema de intercâmbio de faturas eletrônicas seria efetuado por meio da rede PEPPOL.

Com a escolha deste sistema internacional, pretende-se aumentar as oportunidades de negócio para as empresas de ambos os países no mercado global.

A partir deste ano, todas as empresas e instituições públicas que assim o desejarem podem faturar de forma eletrônica tanto na Nova Zelândia, como na Austrália.

Os governos de ambos os países estimam que, graças ao faturamento eletrônico, poderão economizar 30 mil milhões de dólares em dez anos.

O que é o PEPPOL?

PEPPOL é a sigla de Pan European Public Procurement On Line. É um conjunto de instrumentos e especificações destinado a favorecer a contratação b2g e b2b usando meios digitais.

O PEPPOL nasceu para potencializar a contratação pública transfronteiriça entre os países da União Europeia. No entanto, a sua capacidade de interoperabilidade e a potência da sua infraestrutura de telecomunicações impulsionaram a sua expansão para outros países.

O sistema PEPPOL permite enviar e receber pedidos, faturas, guias de remessa, confirmações de compra ou notas de crédito sob um padrão comum, independentemente do lugar onde se encontram os parceiros comerciais.

As empresas e entidades comunicam entre si por meio de Access Points certificados de cada país.

Como faturar de forma eletrônica na Austrália e Nova Zelândia?

Para enviar e receber faturas eletrônicas na Austrália e Nova Zelândia, é necessário contar com um Access Point acreditado pelas autoridades PEPPOL de cada país, capaz de encaminhar as mensagens de acordo com as especificações da rede PEPPOL.

Além disso, tanto empresas como órgãos públicos precisarão de um software de faturamento capaz de transformar as faturas eletrônicas dos seus sistemas de gestão no formato padrão PEPPOL BIS Billing 3.0.
No caso da Nova Zelândia, as empresas devem ter o código de identificação de empresas New Zeland Business Number (NZBN).

A plataforma Global e-Invoicing da EDICOM permite às empresas gerar as faturas no formato PEPPOL e enviá-las por meio da sua rede de forma totalmente integrada com o seu ERP ou sistema de gestão.

Uma solução escalável e centralizada projetada para faturar em qualquer país de acordo com os requisitos legais e técnicos vigentes em cada caso. O serviço de faturamento internacional da EDICOM permite intercambiar qualquer documento comercial de forma automatizada e imediata com instituições públicas, clientes ou fornecedores.

Redução dos tempos de cobrança para os fornecedores públicos da Austrália

Para fomentar o uso da fatura eletrônica, o governo australiano lançou, no dia 1 de janeiro, o decreto Supplier Pay On-Time or Pay Interest Policy, em que se determina que as administrações públicas que receberem faturas eletrônicas por meio de PEPPOL, iniciarão o pagamento aos seus fornecedores em 5 dias. O único pré-requisito é que os contratos sejam de até 1 milhão de dólares australianos.

Saiba mais sobre os possíveis benefícios para a sua empresa.

Entre em contato com um representante da EDICOM

Pode também estar interessado em ler sobre...

Os Estados Unidos iniciam o seu projeto-piloto de faturamento eletrônico

O projeto-piloto será desenvolvido até o final de 2022 para estabelecer um quadro de intercâmbio de faturas B2B operacional

A DIAN na Colômbia torna obrigatório o registro da fatura de venda eletrônica como um título de valor no RADIAN

A partir de 8 de julho de 2022 será obrigatório o registro de suas faturas no RADIAN para a gestão de faturamento

A Arábia Saudita torna obrigatório o uso da fatura eletrônica

A ZATCA anunciou a implementação obrigatória da fatura eletrônica a partir de 4 de dezembro de 2021