Faturamento eletrônico

A Malásia introduzirá o faturamento eletrônico: modelo CTC com validação prévia

malásia faturamento eletrônico

A autoridade fiscal da Malásia, Inland Revenue Board e a Malaysian Digital Economy Corporation (MDEC) implementarão de forma escalonada a fatura eletrônica obrigatória no país. A massificação do faturamento eletrônico afetará todos os tipos de transações B2B, B2C e B2G.

A obrigatoriedade da fatura eletrônica começará em agosto de 2024 para os contribuintes com um volume de negócio anual superior a 100 milhões de MYR.

    Projeto-piloto da fatura eletrônica: Maio de 2024

    O IRB iniciará um programa-piloto da fatura eletrônica no país em maio de 2024. O objetivo é testar a eficácia do sistema e assegurar que a integração entre as empresas e a plataforma central seja realizada corretamente, no âmbito da obrigatoriedade em agosto de 2024.

    Na EDICOM ajudamos a adaptar e a cumprir os requisitos técnicos e legais da fatura eletrônica na Malásia. Somos um Peppol Access Point acreditado e implementamos soluções integradas adaptadas ao seu funcionamento interno, tanto para enviar como para receber documentos eletrônicos de todos os seus parceiros comerciais.

    A EDICOM foi convidada pelo IRBM para participar na fase-piloto. Se estiver interessado(a) em aderir ao projeto-piloto juntamente com a EDICOM ou se tiver dúvidas sobre como funciona a fatura eletrônica na Malásia, contate-nos.

    Apenas são admitidos domínios corporativos

    Os dados pessoais recolhidos serão utilizados pelas empresas do Grupo EDICOM para atender às consultas efetuadas e/ou gerir os serviços solicitados. Você pode exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, limitação e portabilidade de seus dados de acordo com as disposições da política de privacidade.

    O nome não pode estar vazio Você deve entrar na empresa Você deve digitar um número de telefone Você deve inserir uma descrição Você deve inserir sua posição Aceite as condições

    Datas importantes da fatura eletrônica obrigatória na Malásia

    O calendário de implementação previsto para a adoção do sistema nacional de fatura eletrônica na Malásia é:

    • 01/05/2024: Início da fase-piloto.
    • 01/08/2024: fatura eletrônica para contribuintes com um volume de negócios anual igual ou superior a 100 milhões de MYR;
    • 01/01/2025: Fatura eletrônica obrigatória para contribuintes com um volume de negócios anual superior a 25 milhões de MYR e até 100 milhões de MYR.
    • 01/07/2025: Fatura eletrônica obrigatória para todos os outros contribuintes.

    Modelo de fatura eletrônica na Malásia

    A IRBM, a agência tributária do país, anunciou a criação de uma plataforma para onde devem ser enviadas todas as faturas eletrônicas para validação e registro.

    Existem dois mecanismos de transmissão das faturas para o portal da IRBM:

    1. Por meio do portal MyInvois, de forma manual
    2. Por meio de API, de forma automática, no formato XML ou JSON.

    Trata-se de um modelo de validação por parte do órgão tributário. A IRBM atribui a cada documento um identificador único e um código QR. Uma vez validado o documento, a IRBM notificará tanto o emissor como o receptor. O fornecedor deverá enviar o documento validado para o comprador pelos seus próprios meios.

    A IRBM concede um período para cancelar ou rejeitar as faturas eletrônicas. 

    Os documentos que podem ser intercambiados são faturas, notas de débito e crédito, e faturas de reembolso.

    A IRBM publicou um documento com a guia da versão 2.1.

    Contexto da fatura eletrônica na Malásia

    No relatório pré-orçamental para 2023 do Ministério das Finanças, já se mencionava a intenção de desenvolver um modelo de fatura eletrônica no país. O objetivo desta declaração era reforçar a recuperação e facilitar as reformas rumo a uma resiliência socioeconómica sustentável.

    À medida que o impulso da recuperação ganhava força no período pós-COVID19, o governo decidiu concentrar-se em reformas para melhorar o bem-estar do rakyat, particularmente, as receitas e a segurança social, a competitividade da Malásia, e fortalecer a resiliência da nação contra futuros contratempos, ao mesmo tempo que pretende consolidar a posição fiscal do governo.

    O governo compromete-se a dar prioridade à sua transformação digital, a fim de ter um impacto positivo na sociedade e na economia. Os  esforços para aumentar a utilização da tecnologia digital se intensificarão para melhorar a qualidade do serviço e a produtividade dos serviços governamentais.

    Para apoiar o crescimento da economia digital e melhorar a eficiência na gestão da administração fiscal do país, o faturamento eletrônico será uma parte relevante da sua transformação digital. Como parte das suas estratégias para aumentar as receitas fiscais, o governo anunciou um plano escalonado para implementar o faturamento eletrônico no país. 

    A implementação do faturamento eletrônico melhorará a qualidade dos serviços e aumentará o cumprimento fiscal dos contribuintes, além de aumentar a eficiência das operações comerciais.

    Gostaria de saber mais sobre faturamento eletrônico na região da APAC?

    Envie-nos qualquer pergunta sobre modelos de faturamento eletrônico na Ásia e entraremos em contato com você.

    Você tem alguma dúvida?

    Deadlines Futuros em Malásia

    Fique por dentro das datas-chave de entrada em vigor das obrigações fiscais e de faturação eletrónica ao redor do mundo.

    EDICOM News Brasil | Saiba mais sobre Faturamento eletrônico

    Alemanha: Estado da fatura eletrônica B2B

    O Bundesrat aprovou a lei que torna obrigatório o faturamento eletrônico B2B na Alemanha até 2027

    Como funciona o Regime de Fatura Eletrônica On-line - FEL da Guatemala

    Explicaremos todos os detalhes sobre o novo sistema de faturamento eletrônico FEL.

    Como é a fatura eletrônica no Equador

    Trazemos novidades sobre o estado de implementação da fatura eletrônica no Equador.